Torneio Tradicional de Natal de Viet-Vo-Dao

e

Festa de Natal





Realizou-se este Sábado, dia 12 de Dezembro, o tradicional torneio de Viet-Vo-Dao de Natal na Nave Polidesportiva de Espinho, uma organização da Associação Portuguesa de Artes Marciais – APAM.

A competição trata-se de um torneio a nível nacional especialmente direccionado para as camadas mais jovens (idades inferiores a 14 anos) que visa estimular o interesse e o gosto pela competição saudável desta modalidade.

Em competição estiveram duas modalidades, o Quyen Individual (o praticante executa uma forma previamente estudada individualmente) e o Quyen em Equipa (três praticantes executam uma forma previamente estudada em sintonia e harmonia). Das quarenta inscrições saldaram-se os seguintes resultados:

Infantis Individual– Quyen – Tien Mon
1º - David Preda
2º - Simão Santos
3º - Ana Vitó


Juvenis Individual – Quyen- Tien Mon
1º - Diogo Silva
2º - Alberto Santos
3º - Beatriz Oliveira


Juvenis Individual – Quyen- Tien Mon
1º - Edgar Ramos
2º - Pedro Pinto
3º - Diogo Ferreira


Infantis Equipa – Quyen- Tien Mon
1º - Pedro Moreno/Beatriz Nogueira/Márcia Marques
2º - David Preda / Ana Vito / Guilherme Martins
3º - Miguel Rola / Mª Manuel / Leonardo Brito


Juvenis Equipa – Quyen- Sha-Thu
1º - Edgar Ramos/Marcos Francisco/Diogo Ferreira
2º - Diogo Silva / Alberto Santos / Miguel Martins
3º - Pedro Pinto/ Bruno Vieira/ David Melo


Além do torneio de Natal, o Sábado foi preenchido com a festa de Natal para todos os associados.

Não faltaram as demonstrações de Viet-Vo-Dao e surpresas para os mais novos. Todas as classes tiveram a oportunidade de demonstrar o trabalho que realizaram neste primeiro trimestre do novo ano lectivo 2009/2010. No final as classes de adultos brindaram os presentes com técnicas com um nível de execução mais elevado, tais como técnicas com armas tradicionais, espada, matraca, pau curto, pau longo e faca e ainda técnicas de combate, de onde se destacam as sempre espectaculares tesouras ao pescoço. Houve ainda tempo para o Presidente da APAM prestar o agradecimento público à comissão organizadora “APAM – 35anos”.

Para o fim estava reservada a vinda do Pai Natal que distribuiu ofertas e lembranças a todos os mais pequenos. Foi uma festa acolhedora e familiar que terminou calorosamente.